Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Posted by on nov 26, 2013 in Destaque, Mercado de Trabalho | 9 comments

A velha discussão do salário no mercado de TI

A velha discussão do salário no mercado de TI

Share Button

Salário é um assunto recorrente em todas as áreas e em TI isto não poderia ser diferente!

A discussão salarial já é antiga e não acredito que irá acabar tão cedo, sempre que entramos em fóruns onde existem discussões sobre salários, carreiras profissionais, e por ai vai, muitas vezes aparecem profissionais falando que empresas estão pagando mal para a categoria, que estão oferecendo pouco ou que poucas oportunidades realmente boas estão disponíveis, entre outros. Muitos profissionais consideram as empresas como culpadas, porém muitos consideram novos profissionais os grandes responsáveis por “puxar“ o salario para baixo, por aceitar salários baixos.

Existem boas e mas vagas no Mercado!

No mercado profissional sabemos que existem vagas “boas“ e “ruins“ de acordo com suas expectativas, objetivos e metas, porém acredito que todas as vagas existentes possui um público alvo que está disposto a atender a seus requisitos pelo que está sendo oferecido, caso contrário as vagas estariam disponíveis até hoje e nenhuma delas estaria sendo preenchida. Porém sabemos que quanto melhores forem as vagas e melhores forem as condições de trabalho, maior será o número de concorrentes por estas vagas e sabemos que estas oportunidades são “minoria“ no mercado de trabalho.

Existem profissionais para todas as condições!

Sabendo que existem profissionais para todas as condições, talvez as empresas estejam aproveitando a “oportunidade“ para lançar ao mercado vagas com condições bem abaixo do esperado por profissionais mais qualificados e experientes, porém sabemos que profissionais qualificados e com maior bagagem (experiência profissional) tendem a render mais e apresentar trabalhados de melhor qualidade frente a profissionais menos gabaritados, claro que existem varias exceções, principalmente em nosso mercado de atuação.

dinheiro_504x480Baseando-se neste contexto onde profissionais mais qualificados e experientes podem render mais e melhor, as empresas que estão dispostas a pagar pouco por um profissional da área tendem a conseguir colaboradores menos gabaritados para suas vagas, talvez eles atendam as necessidades da empresa naquele momento, porém pode ser que eles fiquem muito aquém do que a empresa realmente precisa, e isto pode ser um item decisivo para a perca de clientes por parte desta empresa.

Digamos que uma empresa tenha em mãos um profissional que tem apenas 3 meses de experiência e recebe um salário baixo, ao seu lado a empresa possui um profissional com 10 anos de experiência que recebe um salário “considerável“, esta empresa precisa entregar um projeto para um novo cliente de grande porte, este cliente por sua vez pede diversas informações, acompanha de perto o trabalho sendo desenvolvido, faz perguntas mais elaboradores e mais detalhadas, entre outras coisas, neste caso o profissional mais experiente acostumado a lidar com estas situações pode contorna-las com muito mais facilidade e entregar um trabalho completo bem mais adequado para o cliente, isto não quer dizer que o profissional menos experiente não possa entregar, porém pode ser que ele demore um pouco mais, ou o trabalho não tenha a qualidade final que o outro profissional “mais caro“ pode entregar, além disto, ele pode ter dificuldades durante o projeto e não ter o know-how para solucionar, entre outros, porém este profissional pode ser acima da média e entregar um trabalho tão bom quanto o profissional mais experiente.

Empresas contratam conhecimento!

Sabemos que hoje em dia muitas empresas contratam know-how e perfil profissional, muitas destas vagas que pagam um salario aquém do seu esperado e com condições de trabalhos abaixo da média podem ser ocupada por um profissional de menor expertise e qualidade, porém a empresa poderá ter um trabalho abaixo da média, caso ela queira um profissional mais gabaritado e que possa entregar um trabalho de melhor qualidade, quase sem dúvida alguma, esta empresa precisará desembolsar um pouco mais por este profissional.

Neste caso podemos dizer que empresas estão dispostas a pagar por uma qualidade especifica de profissional, caso você acredite que seu trabalho valha mais do que algumas vagas estão pagando, talvez seja melhor buscar novas alternativas, oportunidades em outros lugares, pois haverá profissionais dispostos a trabalhar por um salario e condição muito abaixo daquela que você considera ideal.

Levando em consideração o cenário atual da área de TI, podemos dizer que existem vagas para todos os “gostos“, porém como dito anteriormente vagas com qualidades melhores tendem a ter mais profissionais qualificados disputando por elas, nestes casos tudo dependerá de sua necessidade por uma oportunidade e o quanto você está disposto a abrir mão por isto, sabendo também que empresas que estão dispostas a pagar pouco e apresentam pouca qualidade para o profissional, tendem a “disputar“ profissionais menos qualificados e que rendem abaixo do esperado por um profissional mais gabaritado e com um know-how maior, nestes casos tudo é “escolha“.

  • E você acha que a culpa é das empresas ou dos novos profissionais? Ou ninguém possui culpa, cada um faz sua própria escolha e existem para todos os “gostos“?
  • Você acredita que o mercado de TI realmente está com oportunidades tão “ruins“ assim?

Deixe sua opinião em nossos comentários.

Vou ficando por aqui, abraço e até a próxima.

Sobre Thiago Batista

Thiago Batista escreveu 162 artigos!.

Estudante de Gestão de Tecnologia da Informação através da Unisul virtual de SC. Trabalha com TI desde de 2009, é Amante por Tecnologia e um Eterno Aprendiz.

Share Button
  • Tb estudo GTI na Unisul. O que vc escreve é de fato o que ocorre no mercado. E o que vemos é as pessoas criticando as vagas e qualquer publicação sobre salário e realmente não se esgotará tão cedo.

    Att.
    Dério

  • Lucas Arruda

    Concordo com maioria das coisas, a unica coisa que reclamo é, trabalhei 3 anos em uma empresa bem grande, sabe qual era a desculpa para não dispensar funcionarios para fazer curso? voce irá fazer muita falta, não tem como eu dispensar voce, ai passa 1 ano, um cara contrata outro ganhando mais que voce por que tem cursos e não faz metade do seu serviço.

    Temos varios cursos de grandes empresas de graça para clientes ou pessoas da area de TI em media de 2-5 dias.

    Quantos chefes liberam para fazer estes cursos? Curso pra que? isso é despesa!

    O que eu odeio da area de TI é as empresas que não são 100% de TI acharem que TI é despesa e não investimento.

    Concordo e conheço muitos da area que odeiam fazer cursos, então tem funcionario pra tudo, mas mesmo voce correndo atras, VOCE tem que pagar e investir todo seu tempo fora do trabalho para fazer cursos e no fim recebe 200 reais de aumento cada ano com a “ajuda” da dilma.

    Antes de voce verificar e ver falar que o Brasil está bom, procure internacionalmente o valor da area de TI.

    O problema maior que vejo é ter tecnologo e bacharel de TI que nem agua sendo que o cara não sabe nem arrumar uma tomada ou formatar um micro. Está saturando de pessoas que não gostam do que fazem, mais precisam sustentar a familia e no fim aceitam qualquer oferta de mercado e as empresas estão nivelando o salario por baixo e estão ficando acostumadas e preferem contratar 2 ou 3 meia boca do que um que um ou dois que realmente valem a pena.

    Sim tem vagas boas, mais para achar voce precisa passar por muitaaaa bosta, e se voce for daqueles que trocam de empresa a cada ano, essas boas empresas desconfiam de voce.

  • Leonardo

    Ótima matéria. Acredito que ambas as partes têm culpa, porém alguns profissionais precisam do emprego e acabam se “prostituindo” por migalhas. As empresas devem se conscientizar de que TI não é despesa e sim investimento. A qualidade do serviço entregue é proporcional ao profissional que o desempenha, e não só em TI. Faz muita falta um órgão regulamentador decente para a categoria, provavelmente faria uma limpa nos profissionais mal preparados e incentivaria seu crescimento, podendo assim equilibrar um pouco o mercado. As empresas tendo o pensamento de que TI é despesa, lançam a linha com a isca onde um peixe faminto abocanha sem nenhuma culpa se pode oferecer tudo aquilo que o cargo requer. Outro ponto são os requisitos das vagas, pedem mil e uma habilidades e misturam todas as competências. Praticamente a mesma coisa que uma clínica lançar uma vaga para cardiologista, neurologista, ortopedista e de vez em quando possa viajar para cuidar de dentes de associados e aplicar pilates em outros. É a minha opinião.

  • Alvaro

    O que tenho visto é que fora do centro de SP a coisa não é bem assim. As empresas estão exigindo cada vez mais qualidade e qualificação e estão pagando o menor valor possível, portanto quem não quer deixar a sua cidade e tentar na capital vai ter que se sujeitar a baixos salários, péssimas condições e muita cobrança.

  • jona

    Mercado para TI esta pagando pouco e exigindo demais…

  • rodrigo

    mercado paga muito pouco e exigindo muito pra ganhar mais de 3mil realmente muito difícil.

    salário fica entre 2mil a 3mil. tem lugar ainda paga bem menos..

  • Evandro

    estou pensando em fazer ciência da computação, vocês estão me deixando com uma pulga atras da orelha

  • márcio

    Creio que a culpa é das empresas. Desde o fim dos mainframes os salários estão em queda. É uma falta de respeito para com o profissional, e detalhe, os lucros das integradoras, desenvolvedoras é altíssimo. Da sim para se pagar salários bons e oferecer plano de carreira, porém, os empresários querem lucrar ao máximo, pagando pouco e tendo um super-profissional. Como tudo neste país, TI virou um grande negócio para os patrões. Se eu tivesse que optar por esta área eu desistiria.

  • Juliano

    A verdade é a lei da oferta e da procura.

    “Se quer é isso, se não quer tem quem queira se sujeitar”

    Um cara muito, mas muito bom hoje trabalhando quase 10h/dias, senão já era dentro da empresa, uns 3000,00 e olhe lá.

    Um cobrador de ônibus esta ganhando mais que muito programador que tem formação e inglês fluente.